quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

2011 - Ano "estranho"

Então... Finalmente encerramos mais uma etapa de nossas vidas... O ano de 2011 pra mim foi relativamente difícil. Trabalhei muito, “malhei” demais, conheci pessoas interessantes, convivi com pessoas medíocres...
Reconheço meus defeitos, mas reconheço também minhas virtudes. Sei que a minha “parte boa” se sobressai a “ruim”. Foi um ano em que pude conhecer de perto a "maldade". Conheci e convivi com pessoas infelizes, cínicas, falsas, cretinas, invejosas e o que é pior, com pessoas mal amadas. Mas tive a honra também de conviver com pessoas brilhantes, competentes, dignas do nome que assinam...
Que bom que pude realizar alguns trabalhos voluntários, pois me fizeram fortalecer uma vez que sabemos que “sempre existe alguém pior do que nós”  não é mesmo? A atitude de ajudar ao próximo nos fortalece, pois segundo os espíritos superiores “É preferível ser a vítima do que o algoz”. Devo esclarecer que fui vítima de sarcasmos, ironias e inveja de pessoas que gostariam de estar no meu lugar e de ser quem eu sou. Eu sou Virgínia, livre para amar, ajudar e viver intensamente da maneira que eu bem desejar.
Agradeço a Deus pelas dádivas oferecidas a mim e às dores que me tornaram mais forte. Agradeço a vocês, pessoas lindas que me acompanharam nessa jornada, algumas me acompanhando pelo blog, outras por e-mails, outras pelo telefone e principalmente aquelas que tive a oportunidade de “ver e de estar” bem de pertinho...
Como espírita que sou, (pelo menos tento ser) espero relevar muitas coisas. Rezo muito para que Deus possa iluminar meu caminho dissipando as trevas...
Que bom que vocês existem na minha vida! Como é bom saber que existem pessoas do bem!
Aos espíritos infelizes e doentes rogo a Jesus que lhes esclareça a bem-aventurança, pois como disse Gandhi que sendo “Olho por olho e dente por dente e o mundo acabará cego”, não serei eu a desejar o mal, pois sabemos que “a semeadura é livre, porém a colheita, obrigatória”... É somente uma questão de tempo.
Desejo a todos vocês um ano de muita realização, muito amor, muito sexo, muito “tesão” pela vida, muita paixão e muita PAZ !
 Que Jesus possa nos abençoar em nossa caminhada! 
Beijo grande e fiquem com Deus!
FELIZ 2012 !!!!

VIVI





sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Gatos na minha vida...

Pessoas que amo tanto:

Mais uma vez Vivi envolvida com gatos rs rs rs... Na verdade, com gatinhos...
Uma gata pariu uns gatinhos lá no prédio em que trabalho mais propriamente num quartinho que fica atrás do hall de entrada. Na quarta-feira, ao chegar, ouvi uns miadinhos assim “sofridos” e bem baixinho. Aí resolvi, é claro, dar uma olhadinha e eis que me deparo com quatro filhotinhos lindos à “procura” da mãe... Consegui ir pegando um a um, pois estavam debaixo de umas carteiras, cadeiras, caixas e mais um montão de coisas lá armazenadas.
Estavam com as patinhas frias, pois estavam diretamente no cimento. Quando os coloquei nas mãos eles começaram a miar mais forte (acho que estavam com medo ou acharam que eu era a mãezinha deles). Pouco tempo depois foram ficando quietinhos e sonolentos... Ô meu Deus do céu! Que coisinhas mais lindas gente!
Assim, eu e a minha colega Ju nos preparamos para salvar os gatinhos! Arrumamos uma caixa, forramos jornal e os levamos para outro lado dentro do prédio para que a gata pudesse vê-los e voltar para amamentá-los. Estavam ainda com os olhinhos fechados... Assim que colocamos a caixa num lugar estratégico, eis que surge a “leoa” em defesa de suas “crias”. Bastante assustada olhava pra nós e miava forte girando em círculos, nervosa, com medo de que pudéssemos fazer algum mal a seus bebês... Na verdade, os tiramos de lá, pois uma pessoa quando os viu disse bem assim: “Hunf! Podia era matá esses bicho duma veis!” É claro que só o faria se fosse me matar primeiro não é mesmo? Aí como se diz: Prestou não!
Bom, voltando à história: Nos afastamos devagarzinho e a gata percebeu que não iríamos fazer mal a seus filhotes. Tive essa intuição. Ela então pegou um de cada vez e os levou... Chegando em casa, rezei pra São Francisco protegê-la. Gente, qual não foi a minha surpresa quando cheguei ontem: ela havia voltado com todos os filhotes! Daí, qual não foi a segunda surpresa quando uma outra colega  disse que iria levá-los todos para casa!  Ah! Que alívio e felicidade! Uma pessoa maravilhosa, apaixonada por gatos (já tem sete) vai adotá-los.
Mamãe gata amparada, filhotes seguros, colegas felizes e Vivi nem se fala! As minhas preces foram ouvidas.

 E é claro que não poderia deixar de mostrá-los a vocês

 não é mesmo??? Apreciem!  Beijos, beijos!!!




Um bebê...




Dois bebês...




Três...




Quatro





O quarteto...


Não são lindos????


Vivi

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Um dia, um adeus...


No dia 13 de novembro (domingo) recebi a triste notícia da morte do meu primo querido e lindo Reginaldo... Lindo é modéstia. Era belo mesmo. Um homem gentil, educado e de um sorriso encantador. Entre nós, as primas, ele era chamado de “Fábio Júnior”, pois se parecia muito com o ator. Todas nós suspirávamos pelo “Régis”. Tive a deliciosa oportunidade de trocar uns beijinhos com ele...
Régis foi aprovado em um concurso do Banco do Brasil e mudou-se para Brasília e sempre nos falávamos por telefone. Ele conversava de lá e eu suspirava de cá... Adorava quando ele ligava e dizia que estava vindo pra sair com a gente... Tomamos umas cervejas juntos. Passamos alguns carnavais em Arraias e nos divertimos e rimos a valer. Nada era preocupação. Tempos depois Régis se casou e eu também. Mais tarde ficou viúvo,eu me separei e perdemos o contato. Que pena que não nos encontramos após este período, pois sem dúvida teríamos vivido um romance de Contos de Fadas do tipo “O Príncipe e a Plebeia”...
Uma fatalidade. Reginaldo sofreu um acidente de carro indo de Campos Belos a Arraias. Infelizmente ficou somente a saudade. Deus “precisou” dele lá em cima... Por que pessoas lindas e boas assim partem mais cedo???
Esta postagem é uma singela e saudosa homenagem a um príncipe que foi enviado de volta ao seu palácio entre as estrelas.

Virgínia



domingo, 13 de novembro de 2011

Uma viagem inesquecível...



Lindinhas e lindinhos da minha vida:
Finalmente outra postagem! Rs rs rs

Uma viagem e tanto...
Amei conhecer São Paulo. A começar pela chegada e ver aquela Selva de Pedras pela janela do avião. Imagem impressionante! Adorei tudo: a Estação da Luz, Praça da Sé, o Mosteiro, Igreja de São Bento, Museu do Ipiranga, os vitrais, catedrais, esculturas, enfim, tudo mesmo.




"Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a
Ipiranga e a Avenida São João
É que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi
Da dura poesia concreta de tuas esquinas
Da deselegância discreta de tuas meninas
Ainda não havia para mim Rita Lee
A tua mais completa tradução
Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a Ipiranga e a Avenida São João..."




Perfil de São Paulo
                       Bezerra de Menezes
(...)
O tempo tudo mudou,
Mas não apagou,
A tua poesia.
Não mudou, 
Não se apagou,
A tua sedução,
A garoa,
Cai atoa,
Pra guardar,
A tradição.
São Paulo num só minuto,
É o Brás, Tietê, viaduto,
Barracas de flores,
E a multidão. (...)

























No momento minha criatividade está um pouco em baixa, enquanto isso faço postagens sobre viagens... rs rs rs  

Beijo grande e fiquem com Deus.

Vivi

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Ao Poeta...

A postagem a seguir é um poema do meu querido amigo Luiz de Aquino. Ganhei o livro "Poemas de amor e Terra" (do próprio Luiz) e resolvi postar um dos meus preferidos...


SABER DE NÉCTAR

Faltou um quase nada:
um encontro a mais,
um qualquer-coisa que não se fez,
uma outra madrugada.

Faltou correr sob a chuva,
um beijo sem medo dos circunstantes,
o poder de perpetuar instantes,
um sabor de néctar ou de uva.

Faltou repetir as evidências
a confissão das minhas vontades
a supressão das reticências.

Ficou a certeza da felicidade,
a dúvida ante a insistência
e o gosto precoce da saudade.


                           Luiz de Aquino










                    


            



As flores são raras como o poeta...

Um beijo e fiquem com Deus.


domingo, 17 de julho de 2011

Janis Joplin

Até hoje alguns amigos me chamam de “Janis Joplin”. Dizem que somos parecidas fisicamente. Antes, meu “estilo” era hippie mesmo. Batas coloridas, cabelos ondulados e esvoaçantes, calças pantalonas, brincos, anéis, colares e óculos enormes.
Um dia, numa festa, um amigo me “apresentou” as músicas de Janis (por volta de 1986/87 mais ou menos) e foi exatamente neste momento que começou minha paixão pelo blues. Quando ouvi Janis pela primeira vez senti que aquele estilo musical faria parte da minha vida assim  como Bettye LaVette, Robert Cray... Infelizmente, as drogas “consumiram” Janis em pouquíssimo tempo. Partiu para o Plano Maior em 1970 com 27 anos apenas. Super dosagem de heroína e álcool.  Dizia não ser compreendida...
Janis cantava com a "alma"... A voz em uníssono com as estrelas...

Outra “pérola” lançada de volta ao mar...


                                                                                             
                                                                   




Uma música que me marcou muito:  Maybe


Beijos,

Vivi








quinta-feira, 7 de julho de 2011

Nabucco

Meu avô, Virgílio Vitorino, com certeza “deixou” em minhas veias a “essência” do bom italiano que era, pois, ao ouvir "Nabucco" de Giuseppe Verdi pela primeira vez (quando pequena ainda) tive uma sensação maravilhosa e indescritível e que até hoje me emociona...
Encontrei um vídeo no You Tube e resolvi postá-lo, pois, afinal, todos nós merecemos ouvir belos acordes...
Apreciem.

Um beijo grande e fiquem com Deus.

Vivi








quarta-feira, 29 de junho de 2011

Lili na intimidade...

A postagem a seguir é uma homenagem à minha gata Lili:
Linda
Fiel
Dengosa
Misteriosa
Exuberante
Majestosa...

Algumas pessoas não gostam de gatos. Tudo bem. É o direito de cada um. O que me intriga é saber que algumas dessas pessoas “nunca criaram nenhum”...
Gatos são sublimes, elegantes, asseados, carinhosos, chiques...
Atendendo a alguns pedidos de postagem sobre o meu “bebê”, resolvi colocar as fotos tipo: antes/durante e depois do banho. 
Espero que gostem rs rs rs...






Tipo: Antes do banho


Suspeitando de algo... "Acho que vi uma banheira passando por ali"...

                                                        

"Bolinho" de pelos embaraçados...
"Vou me disfarçar de bichinho de pelúcia"...







"Não teve jeito: Vivi me achou mesmo..."
Preparação do "Ofurô"...



Primeira camada: sabão neutro para desengordurar...
"Vida difícil viu???"



Segunda camada: shampoo/condicionador



Água morninha pra relaxar...
"Gente, me deu até um soninho..."






Momento "ZEN"...
                                                                  "Alguém aí tá com pena de mim???
                                                              Ô dó gente!!! 
          
                                                             


Ajudando um pouco na limpeza...


Momento de pura manha e aconchego...




Momento de "cardar" mesmo... (uma hora só pra pentear e secar)



Hora da "chapinha": secador morninho e... pelo lisinho, lisinho...




E finalmente: poses para o book...

Um beijo grande e fiquem com Deus!!!

Vivi

domingo, 22 de maio de 2011

Concertos em Série 2011

Mais uma vez me emocionei com a apresentação da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás. O evento aconteceu no Anfiteatro da Organização Jaime Câmara, no dia 18 de maio às 20 horas. Lindo, lindo...
Eu e a Luciana assistimos lá do fundão mesmo pois estava completamente lotado. Acredito que daqui a algum tempo o espaço não comportará  mais o número de pessoas. Foi difícil conseguir entrar...Mas valeu a pena! Foi bonito demais!! Evento de entrada franca. Vejam só as músicas apresentadas: 

1ª PARTE: ORQUESTRA SINFÔNICA JOVEM DE GOIÁS - GRUPO B

Temas da Sinfonia nº 09 - Beethoven (Arranjo de Richard Meyer)
Temas da Sinfonia nº 01 - Brahms (Arranjo de Richard Meyer)
Concertino-Rondó para Violoncelo e Orquestra - Ernest Mahle
Suíte de Tannhäuser - Wagner - Coro dos Peregrinos, Estrela da Noite, Grande Marcha

Regência: ANDREYW BATISTA


2ª PARTE: ORQUESTRA SINFÔNICA JOVEM DE GOIÁS - GRUPO DE SOPROS E PERCUSSÃO

A Tempestade; Encanto - Robert W. Smith
Don't cry for me Argentina - Andrew Lloyd Webber - (Arranjo de Ron Sebregts)
Disney Favorites - Vários autores - (Arranjo de Bob Lowden)
Final Countdown - Joey Tempest - (Arranjo de John Moss)

Regência: ELISEU FERREIRA 






A apresentação da Orquestra foi esplêndida! Encontrei no You Tube o Coro do Peregrinos cantado por vozes masculinas. Não consegui identificar o grupo mas não poderia deixar de postar essa belíssima interpretação.



Um beijo e fiquem com Deus.


Vivi